6 de janeiro de 2013

Levítico


Esta é a transcrição um e-mail que circula na Internet de autor desconhecido. É a resposta a uma locutora homofóbica de uma rádio evangélica norte-americana que adora usar o Livro Levítico para condenar os homossexuais.


“Querida locutora,



Gosto muito do Livro de Levítico e concordo que os cristãos devem sim viver debaixo da lei. Afinal, para que um sacrifício único e suficiente em Jesus Cristo? Para que uma Nova Aliança no Espírito deixando todo o conteúdo, rituais, sacrifícios da lei mosaica de lado? Mas tenho alguns problemas em cumprimento da Lei. Será que você poderia me ajudar?



• Eu sei que quando eu queimo um bezerro no altar, como um sacrifício, o odor que se desprende é cheiro suave e agradável ao Senhor. (Levítico 1, 5-9). O problema são meus vizinhos. Eles dizem que o odor não é nada agradável e ameaçam chamar a Saúde Pública, que também não gosta do odor. Que devo fazer?



• Levítico 11, 7-8 - diz que ao tocar o cadáver de um porco me torna impuro. Poderei praticar algum esporte com bola feita de pele de porco, caso use luvas?



• Levítico 11, 12 - diz que comer marisco é abominação. É uma abominação maior ou menor do que a homossexualidade?



• Eu sei que não devo ter contato com uma mulher durante o seu período menstrual (Levítico 18,19). O problema é; como saber? Sempre que pergunto, a maioria das mulheres se sentem ofendidas.



• Levítico 19,19 - diz-me que não posso plantar tipos diferentes de sementes no mesmo campo, e nem usar roupas feitas de dois tipos diferentes de material. Devo concluir que serei condenado se tiver uma hortazinha no fundo do quintal com alguns vegetais e temperos, ou se usar uma camisetinha básica, de algodão e poliéster.



• A maioria das pessoas que conheço corta o cabelo de vez em quando, apesar de que isso é expressamente proibido (Levítico 19, 27). Estaremos todos condenados?



• Levítico 21,16-20 - declara que eu não posso me aproximar do altar de Deus se eu tiver um defeito físico. Eu uso óculos. Será que Deus faz “vista grossa” para este pequeno detalhe?



• Levítico 25, 44 - declara que eu posso possuir escravos ou escravas, desde que tenham sido comprados em um dos países vizinhos. Um amigo meu insiste que essa regra se aplica a argentinos e paraguaios, mas não a uruguaios. Poderia me orientar? Por que não me é permitido possuir escravos uruguaios?”

4 comentários:

  1. Eu não consigo acreditar o esforço absurdo que o ser humano, inteligente, faz para encontrar qualquer motivo e repito "qualquer motivo" ilógico para fazer "besteira" e não ser repreendido pela sociedade ou por quem quer que seja.

    O direito de cada um fazer o que quiser da sua vida e DIVINO. Mas, pera lá, não significa que o que a pessoa esteja fazendo seja certo.

    Caso haja pessoas que não saibam, o Livro de Levíticos é uma "revisão" da Lei JUDAICA ( a Torá) dada por Deus no tempo de Moises no livro de Números.

    O que cabe a nós é a graça, iniciada do Novo testamento em diante, que condena SIM, homossexuais, os chamados afeminados, em 1Co 6:9,11. é uma verdade Bíblicas, quer queiram quer não queiram e ponto.

    Se há pessoas que querem viver nessa vida, ok! A cocaina é proibida, mas há gente que gosta e é usuário...Só penso que pelo menos a sociedade deveria admitir que esta pratica homossexual não é bom para o coletivo nos aspectos sociais, psicológicos e inexplicável na biologia humana ao invés de querer culpar Deus por tudo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  2. O texto que você citou de 1Co6:9-11 sem autonomia (porque você não tem habilitação para isso) está traduzido de maneira manipulada. Primeiro que a palavra que vc diz que é "efeminado" é MALAKOS (lembra algo de malaquias?), significa covarde e não homossexuais. Até porque o conseito de homossexualidade nasceu na idade média. Efeminado vem de "efeminare" latim, a tradução latina veio no século 5, caso vc tenha desaprendido a fazer contas eu ensino: 500 anos após o original ter sido escrito. Até porque a educação que Paulo, o autor do texto recebeu (a mais elitizada da época), recomendava que os meninos recebessem a penetração para fazê-la posteriormente em suas relações. Sinto lhe dizer mas o apóstolo Paulo já deu a bundinha. E não venha com essa que o homossexualismo sempre foi um "problema para a humanidade" porque a história tem vários casos que mostram o contrário: Alexandre o grande, Adriano (imperador de roma que construiu uma estátua na porta de cada templo do Império Romano em homenagem ao seu amor - um homem) e Narciso que se apaixonou pelo seu próprio reflexo - um homem.
    Eu tenho habilitação científica pra dizer o que eu disse, você não. Grato.

    ResponderExcluir

OBRIGADO PELO SEU COMENTÁRIO!